2015년 4월 20일 월요일






"Galopamos pela vida como artistas de circo, equilibrados em dois cavalos que correm lado a lado a toda velocidade - com um pé sobre o cavalo chamado 'destino', e o outro sobre o cavalo chamado 'livre arbítrio'. E a pergunta que você precisa fazer todos os dias é: qual dos cavalos é qual? Com qual cavalo devo parar de me preocupar, porque ele não esta sob meu controle, e qual deles preciso guiar com esforço concentrado."


                                       "É o impacto emocional que é de matar, o choque
                                        de sair do caminho conhecido de um estilo de vida
                                        convencional e perder todos os agradáveis confortos
                                         que mantêm tanta gente nesse caminho para sempre!"
"...Existem muitos tipos de morte e que todos o dias morremos um pouquinho, quando nos desapegamos de algo, perdemos algo, alguém ou alguma coisa, mas as mortes mais importantes são as mortes de sentimentos. Você não é sua mente, não é seu corpo e não é seus sentimentos! E dizer para deixar morrer sentimentos é uma heresia na sociedade contemporânea. Traz a suspeita de que nos tornaremos cruéis e isso não é verdade. O verdadeiro Amor só pode resplandecer na ausência dos sentimentos, pois o Amor é incondicional e sentimento é condicional. Sentimento dói, se dói não é amor.
                                         Não se entristeça quando em
                                         seus momentos mais difíceis
                                         alguns se afastarem, e nem pense
                                         que na hora que mais precisou
                                         de um amigo ele te abandonou,
                                          porque na verdade , amigo que é
                                          amigo não te deixa, não te
                                         abandona, estes estarão do seu
                                         lado. As pessoas que te abandonam
                                        nunca foram seus amigos, e são
                                        nessas horas que Deus nos ensina
                                       a selecionar quem realmente merece
                                       conhecer nosso coração e nos faz
                                       entender que aqueles que se foram,
                                       nunca estiveram do nosso lado.
                                     O valor de um amigo se reconhece 

                                      na dor do outro.



''Existe um lugar chamado janela da alma, nele ninguém pode furtar a verdadeira visão que devemos ter da vida. Olhando por essa janela nos encontramos diariamente com o sol sorridente que nos recebe a cada novo dia, o mesmo sol que ao entardecer se despede amorosamente com a promessa de um amanhã melhor. Quem descobre a janela da alma nunca mais estará à mercê da escuridão, pois sempre existe um lugar em que a luz cintila fulgurante. A janela da alma é um refúgio no qual não falta inspiração, é lá que a vida nos faz serenata com promessas de amor. A janela da alma é um lugar místico, puro e límpido, o qual não foi contaminado por medos, decepções ou angústias. Essa abertura da alma nos confirma que ainda podemos ser crianças, cantar desafinado, sonhar um bocado, sem medo do ridículo. Por essa janela enxergamos seres alados e caminhos iluminados que nunca deveríamos ter deixado para trás. A janela da alma é um lugar atemporal em que não existe passado, presente ou futuro, pois através dela percebemos que sempre é momento de ser feliz. Através dessa doce janela converso todos os dias com a criança, menina, que habita em mim.''
                                         E tão difícil viver em um mundo onde quem
                                        desejar muda-lo são os primeiros a atirar
                                        as pedras. .....pense nisso...Índia Gomes
                                           
                                                 Porque estar dor me consome Deus?
                                                 Uso mascaras para disfarçar a minha dor!
                                                  Ninguém ver minha alma ferida...
                                                  Ninguém nota as cicatrizes das feridas
                                                  que abriram ao logo dos tempos..apesar
                                                  de todas as feridas,não sei desejar a mesma
                                                  dor pra quem as causa.
                                                 Não aprendi a machucar com a intenção
                                                 de ferir...quando isso acontece me sinto mal!
                                                  O vazio busca respostas...as quais não vem.
                                                   Ainda pretendo preencher este vazio que
                                                   me faz agonizar!............
                                                   Me calo no silêncio deste vazio!!!...