2016년 3월 13일 일요일

As vezes me sinto uma Clarice Lispector da vida...por pertencer um mundo tão confuso...e a única certeza daqueles que já não sabe mais o que faz aqui é apenas observar e perguntar:Aonde tudo isso vai nos levar...se já não somo mais uma nação...desde quando vivemos em um mundo individualista....é um mundo dividido em farelos...que as pessoas lutam para serem livres mas, não sabem mais, o objetivo de sua luta...perdendo se em si ser saber como se encontrar.

댓글 없음:

댓글 쓰기